Maria Lisboa Casa de Fado

Maria Lisboa Casa de Fado

E-mail: marialisboafado@gmail.com
Telefone: (51) 98482-1871

Rua Olavo BIlac, 198 (1,59 km)
90040-310 Porto Alegre, RS

Palavras-chave: Gastronomia, Fotografia, Patrimônio Cultura Imaterial, Produção, 

 Uma casa portuguesa com certeza! Em 1953 uma família vinda da cidade do Porto – Portugal trazia na sua bagagem muito mais que alguns pertences, junto eles trouxeram a esperança de uma vida melhor. Essa família comprou uma casa no ano de 1972 situada em um bairro boêmio de Porto Alegre, nesta casa morou um casal português com seu único filho e uma neta. O patriarca dessa família era um guitarrista e fadista que trouxe muitas lembranças de suas noites nos fados vadios da sua cidade natal, por anos ali viveram, e nem imaginava o Sr. Arcanjo que seu bisneto formaria um grupo de fado e música portuguesa, e que nessa mesma casa seria a sede desse grupo, e que hoje é a primeira Casa de Fado do estado do Rio Grande do Sul. A casa já é considerada um ponto cultural e turístico do bairro, muitos são aqueles que param para tirar fotos na frente, assim como o evento “Fado na Cidade Baixa” aguçou a curiosidade e até incentivo das pessoas para que ali se tornasse algo com maior relevância na cultura e turismo de Portugal. Observamos que muitos são aqueles que estão de viagem marcada para Portugal e vem até os eventos para entrar no clima, assim como aqueles que vêm matar a saudade e já se programar para uma viagem de volta, outros os que aqui moram e vem lembrar-se da sua terra querida. Com isso nossa intenção é ter no espaço clube de leitura, artesanato, culinária, dança e música. Assim como receber artistas portugueses, estreitando nossas relações culturais e turísticas.

Odomodê

Odomodê

E-mail: odomode.afrosul@gmail.com
Telefone: 51 – 2103-2915

Av. Ipiranga, 3850 (3,62 km)
90160-001 Porto Alegre, RS

Palavras-chave: Cultura Afro-Gaúcha, Resistência, Cultura Negra

O Instituto Sociocultural Afro-Sul/Odomode funciona como movimento de luta e valorização da cultura negra e do direito a livre expressão da pessoa humana. Desde 1974 abriga o Grupo de Música e Dança Afro-Sul, o Ponto de Cultura Odomode, além de ser uma escola de formação artística e desenvolvimento da autoestima e valorização da cultura afro-brasileira desenvolvendo um trabalho social com base na cultura negra.

Varanda Cultural

Varanda Cultural

E-mail: varandacultural@gmail.com

Palavras-chave: Teatro de Bonecos, Midialivrismo, Artes Gráficas, Literatura

A Ong Varanda Cultural é uma iniciativa que reconhece o poder transformador e multiplicador da arte: por isso investimos em ações artísticas, sociais e projetos que possam produzir, difundir e refletir sobre nossa cultura. Com 15 anos de existência, o Ponto de Cultura encontrou no humor uma de suas diretrizes iniciais de atuação por meio do seu periódico de distribuição gratuita, o Varanda Cultural, tendo como recorte a importância do midialivrismo recebeu pelo seu trabalho o Prêmio Mídia Livre do extinto Ministério da Cultura em 2010. Desde então as ações se ampliaram com a edição e distribuição gratuita de livros, fundação de Gibitecas em cidades do interior e criação de espetáculos de teatro, teatro de bonecos com apresentações de espetáculos e oficinas artísticas em sindicatos, comunidades e cidades do RS e exterior. A base de atuação do Ponto é a comunidade escolar, e como diz Paulo Freire “é na escola que podemos começar a melhorar o mundo” e atualmente é uma escola pública de Porto Alegre que acolhe a sede do Varanda, mas a organização também desenvolve ações continuadas na cidade de Triunfo.

Ilê Axé Cultural Assobecaty

Ilê Axé Cultural Assobecaty

E_mail: assobecaty@hotmail.com ou carmenpsico8@gmail.com
Fone: (51) 30556655 e (51) 81810404

Endereço: Rua Wenceslau Fontoura n. 226
Jardim Santa Rita Guaíba, RS

Palavras-chave: Ponto de Cultura de Matriz Africana, Pontão de Cultura, Resgate Histórico, Exposição Ilê Ifé

Você sabia que o 1º PONTO DE CULTURA DE MATRIZ AFRICANA, NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, está localizado na cidade de Guaíba ? A casa tradicional, Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá – ASSOBECATY fundada por Mãe Quina de Yemanjá, em 1943. Hoje é uma referência cultural de Matriz Africana do estado do Rio Grande do Sul. Um ponto de cultura que enfatiza a música, teatro, dança, cinema, fotografia, literatura, exposições. vídeo, arte, inclusão digital, e culinária.

Kanhgág Jãre

Kanhgág Jãre

E-mail: institutokaingang@gmail.com

Terra Indígena Serrinha
Alto Recreio
Ronda Alta – RS, CEP: 99670-000

Palavras-chave: Patrimônio Material e Imaterial, Cultura Indígena, Tradição Oral, Povo Kaingang

Fundada em 2002 a organização indígena Instituto Kaingáng – INKA tem por missão a revitalização, proteção e conservação da cultura junto ao Povo Indígena Kaingáng, mediante a intrínseca relação entre Cultura e Educação. Em 2005 o INKA aprovou no âmbito do Ministério da Cultura, o projeto Ponto de Cultura “Centro Cultural Kanhgág Jãre”, iniciativa que desenvolve desde 2006 junto à comunidade Kaingáng da Terra Indígena Serrinha, Município de Ronda Alta/RS, direcionado ao fortalecimento, valorização e divulgação da cultura do Povo Kaingáng na região. No Ponto de Cultura são promovidas ações de valorização da cultura e língua Kaingáng e conhecimentos tradicionais dos Kanhgág Kófa/idosos Kaingáng, formação de capacidades tendo em vista melhoria da qualidade de vida, bem como a disponibilização de espaço de visitação permanente para socialização da cultura Kaingáng por meio de exposições, apresentações e comercialização de artesanato indígena.