Outro Sul

Outro Sul

Palavras-chave: Periferia, Dunas, Arte, Estúdio, CDD, Calçada, Basquete, Skate

O Projeto tem como objetivo principal a Formação e Capacitação, a Produção, a Circulação, e a Sustentabilidade para o Ponto de Cultura OUTRO SUL / Comunidade do Loteamento Dunas e Vila Castilho / Mundo, a partir do acesso e criação de conteúdos de Áudio Visual inseridos nas tecnologias da informação e comunicação digital, nos campos artísticos do Designer Gráfico, da Música, da Dança, do Teatro, da Literatura e do Folclore, criando espaços e ações para o exercício da autonomia e autogestão dos [email protected], atuando com lideranças comunitárias, agentes culturais e integrantes de grupos e movimentos sociais, criando espaços e ações numa perspectiva de que seja possível desenvolver relações culturais solidárias e organizadas em rede de diversidade sócio – cultural “Outro Sul”, potencializando em especial a Companhia de Dança Daniel Amaro, Centro Cultural e Educacional ODARA, Estúdio CDD Dunas RAP e Unidade de Formação e Capacitação Humana e Profissional – ONG AMIZ.

Kanhgág Jãre

Kanhgág Jãre

Terra Indígena Serrinha
Alto Recreio
Ronda Alta – RS, CEP: 99670-000

Palavras-chave: Patrimônio Material e Imaterial, Cultura Indígena, Tradição Oral, Povo Kaingang

Fundada em 2002 a organização indígena Instituto Kaingáng – INKA tem por missão a revitalização, proteção e conservação da cultura junto ao Povo Indígena Kaingáng, mediante a intrínseca relação entre Cultura e Educação. Em 2005 o INKA aprovou no âmbito do Ministério da Cultura, o projeto Ponto de Cultura “Centro Cultural Kanhgág Jãre”, iniciativa que desenvolve desde 2006 junto à comunidade Kaingáng da Terra Indígena Serrinha, Município de Ronda Alta/RS, direcionado ao fortalecimento, valorização e divulgação da cultura do Povo Kaingáng na região. No Ponto de Cultura são promovidas ações de valorização da cultura e língua Kaingáng e conhecimentos tradicionais dos Kanhgág Kófa/idosos Kaingáng, formação de capacidades tendo em vista melhoria da qualidade de vida, bem como a disponibilização de espaço de visitação permanente para socialização da cultura Kaingáng por meio de exposições, apresentações e comercialização de artesanato indígena.

Terra de Bambas

Terra de Bambas

Fone: 51 -98596-3367
E-mail: [email protected]

R. Voluntários da Pátria, 1387
Floresta, Porto Alegre – RS, 90030-011

Palavras-chave: Carnaval, Samba, Cultura, Oficinas, Cadeia Produtiva, Inclusão, Diversidade

O projeto ” Ponto de Cultura Terra de Bambas” , ação da SBC Bambas da Orgia, faz parte do Programa Cultura Viva, financiado pelo Ministério da Cultura e implementado pela Secretaria da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, promovendo a diversidade cultural e a gestão compartilhada entre poder público e comunidade bambista. Desde 2019 a SBC Bambas da Orgia se tornou Ponto de Cultura, com uma nova forma de pensar carnaval, foi uma importante conquista da gestão do Presidente Nilton Pereira, pois uma escola de samba é um local não só para a prática, o aprendizado e a vivência da cultura carnaval, mas também de promoção da cidadania e inclusão através dela. O Ponto de Cultura Terra de Bambas tem por objetivo ser uma referência de fomento da cultura dentro da comunidade carnavalesca, isto é, um local para a prática, o aprendizado e a vivência da cultura carnaval como um todo, na sua percepção como cadeia produtiva de cultura e renda.

Biguá – Espaço Livre

Biguá – Espaço Livre

Rua Padre Cacique, 116 – Ermo (316,91 km)
92.702-150 – Guaíba, RS

Palavras-chave: Bioconstrução, Cultura Popular, Teatro do Oprimido, Biguá,  Sonoplastia, Poesia, Artes Cênicas, Ecologia.

O Ponto de Cultura Biguá – Espaço Livre , surgiu em 2014 com intuito de ser um fomentador de atividades culturais que dialoga diretamente com o publico local promovendo ações integradas de caráter artístico e socioambiental. Em 2015 inaugura sua sede na rua Padre Cacique, 116 – Ermo em Guaíba – RS.

Terreira da Tribo Ponto de Cultura

Terreira da Tribo Ponto de Cultura

Fone: Fone: (51) 3028 13 58 – (51) 3286 57 20 / (51) 99999 45 70
E-mail: [email protected]

Rua Santos Dumont, 1186
Bairro São Geraldo
CEP: 90230-240
POA/RS

Palavras-chave: Teatro de Rua, Teatro de Vivência, Escola de Teatro

A Terreira da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz é um centro cultural criado em 1984 em Porto Alegre. Desde 2009 localizada na rua Santos Dumont 1186, no bairro São Geraldo, a Terreira da Tribo abrigou desde a sua origem diversas manifestações culturais como espetáculos de teatro, shows musicais, ciclos de filmes e vídeos, seminários, debates, performances, celebrações, além de oportunizar às pessoas em geral o contato com o fazer teatral. Reconhecida desde 2014 como Ponto de Cultura, a Terreira é um dos principais centros de investigação cênica do país e se constituiu como Escola de Teatro Popular, referência nacional na aprendizagem do teatro.