Maria Lisboa Casa de Fado

Maria Lisboa Casa de Fado

E-mail: marialisboafado@gmail.com
Telefone: (51) 98482-1871

Rua Olavo BIlac, 198 (1,59 km)
90040-310 Porto Alegre, RS

Palavras-chave: Gastronomia, Fotografia, Patrimônio Cultura Imaterial, Produção, 

 Uma casa portuguesa com certeza! Em 1953 uma família vinda da cidade do Porto – Portugal trazia na sua bagagem muito mais que alguns pertences, junto eles trouxeram a esperança de uma vida melhor. Essa família comprou uma casa no ano de 1972 situada em um bairro boêmio de Porto Alegre, nesta casa morou um casal português com seu único filho e uma neta. O patriarca dessa família era um guitarrista e fadista que trouxe muitas lembranças de suas noites nos fados vadios da sua cidade natal, por anos ali viveram, e nem imaginava o Sr. Arcanjo que seu bisneto formaria um grupo de fado e música portuguesa, e que nessa mesma casa seria a sede desse grupo, e que hoje é a primeira Casa de Fado do estado do Rio Grande do Sul. A casa já é considerada um ponto cultural e turístico do bairro, muitos são aqueles que param para tirar fotos na frente, assim como o evento “Fado na Cidade Baixa” aguçou a curiosidade e até incentivo das pessoas para que ali se tornasse algo com maior relevância na cultura e turismo de Portugal. Observamos que muitos são aqueles que estão de viagem marcada para Portugal e vem até os eventos para entrar no clima, assim como aqueles que vêm matar a saudade e já se programar para uma viagem de volta, outros os que aqui moram e vem lembrar-se da sua terra querida. Com isso nossa intenção é ter no espaço clube de leitura, artesanato, culinária, dança e música. Assim como receber artistas portugueses, estreitando nossas relações culturais e turísticas.

Varanda Cultural

Varanda Cultural

E-mail: varandacultural@gmail.com

Palavras-chave: Teatro de Bonecos, Midialivrismo, Artes Gráficas, Literatura

A Ong Varanda Cultural é uma iniciativa que reconhece o poder transformador e multiplicador da arte: por isso investimos em ações artísticas, sociais e projetos que possam produzir, difundir e refletir sobre nossa cultura. Com 15 anos de existência, o Ponto de Cultura encontrou no humor uma de suas diretrizes iniciais de atuação por meio do seu periódico de distribuição gratuita, o Varanda Cultural, tendo como recorte a importância do midialivrismo recebeu pelo seu trabalho o Prêmio Mídia Livre do extinto Ministério da Cultura em 2010. Desde então as ações se ampliaram com a edição e distribuição gratuita de livros, fundação de Gibitecas em cidades do interior e criação de espetáculos de teatro, teatro de bonecos com apresentações de espetáculos e oficinas artísticas em sindicatos, comunidades e cidades do RS e exterior. A base de atuação do Ponto é a comunidade escolar, e como diz Paulo Freire “é na escola que podemos começar a melhorar o mundo” e atualmente é uma escola pública de Porto Alegre que acolhe a sede do Varanda, mas a organização também desenvolve ações continuadas na cidade de Triunfo.

Biguá – Espaço Livre

Biguá – Espaço Livre

E-mail: espacolivrebigua@gmail.com

Rua Padre Cacique, 116 – Ermo (316,91 km)
92.702-150 – Guaíba, RS

Palavras-chave: Bioconstrução, Cultura Popular, Teatro do Oprimido, Biguá,  Sonoplastia, Poesia, Artes Cênicas, Ecologia.

O Ponto de Cultura Biguá – Espaço Livre , surgiu em 2014 com intuito de ser um fomentador de atividades culturais que dialoga diretamente com o publico local promovendo ações integradas de caráter artístico e socioambiental. Em 2015 inaugura sua sede na rua Padre Cacique, 116 – Ermo em Guaíba – RS.

Terreira da Tribo Ponto de Cultura

Terreira da Tribo Ponto de Cultura

Fone: Fone: (51) 3028 13 58 – (51) 3286 57 20 / (51) 99999 45 70
E-mail: terreira.oinois@gmail.com

Rua Santos Dumont, 1186
Bairro São Geraldo
CEP: 90230-240
POA/RS

Palavras-chave: Teatro de Rua, Teatro de Vivência, Escola de Teatro

A Terreira da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz é um centro cultural criado em 1984 em Porto Alegre. Desde 2009 localizada na rua Santos Dumont 1186, no bairro São Geraldo, a Terreira da Tribo abrigou desde a sua origem diversas manifestações culturais como espetáculos de teatro, shows musicais, ciclos de filmes e vídeos, seminários, debates, performances, celebrações, além de oportunizar às pessoas em geral o contato com o fazer teatral. Reconhecida desde 2014 como Ponto de Cultura, a Terreira é um dos principais centros de investigação cênica do país e se constituiu como Escola de Teatro Popular, referência nacional na aprendizagem do teatro.

Crescendo e Aprendendo

Crescendo e Aprendendo

Fone: (54) 3379 1231 e (54) 98416-2729

 Av. Ilso Jose Webber, 355
Centro – Coxilha  – RS

Palavras-chave: Social, Cultural, Educacional, Pequena Indústria de Alimentos, Implantação de Estufas para Horticultura

O Projeto Viver “ Centro Cultural e de Assistência Social Ilso José Webber, surgiu em 2005, com a necessidade e a vontade de ajudar adultos e crianças no seu desenvolvimento, de lá para cá trabalhamos com diversas oficinas gratuitas, tanto para crianças como para adultos, tais como leitura, reforço escolar, contação de história, psicóloga, música, teatro, carrinho de rolimã entre outras. Trabalhamos também com a inclusão social, pois temos alunos com deficiência visual e intelectual, os quais se desenvolvem muito bem na música e no teatro. Nossa entidade social é uma OSCIP( Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sem fins lucrativos ). Participamos dos pontos de cultura desde 2012 com o Projeto “Crescendo e Aprendendo no Mundo da Cultura”. Além da atuação na área cultural, fundamos uma pequena indústria de alimentos e instalamos estufas para produção de hortaliças orgânicas sustentáveis. Isso nos possibilitou autonomia financeira, além de gerar emprego e renda para 9 pessoas. A nossa participação na Teia nos possibilitou uma troca de conhecimento e diversidade cultural imensa e linda em nossa cultura. O empenho e a alegria dos nossos artistas, foi emocionante e gratificante, pois conseguimos visualizar a importância de ensinar o gosto pela cultura em nossa comunidade.