Eleita Comissão RS dos Pontos de Cultura biênio 2020-2021

Eleita Comissão RS dos Pontos de Cultura biênio 2020-2021

No dia 30 de novembro de 2019, no Ponto de Cultura Solar do IAB em Porto Alegre, foi o momento de prestação de contas e também de renovação da Comissão dos Pontos de Cultura do Rio Grande do Sul e de suas representações estaduais e também na Comissão Nacional dos Pontos de Cultura. Leandro Anton, do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo, coordenou o Fórum Estadual e também conclui assim o ciclo de 7 anos a frente da Comissão Estadual e como Representante da Rede Estadual na Comissão Nacional dos Pontos de Cultura. O educador e fotógrafo agora passará a centrar sua atenção com outros pares da Rede Estadual na condução dos trabalho do recém empossado Comitê Gestor da Política Estadual Cultura Viva.

Comissão RS dos Pontos de Cultura eleita para o Biênio 2020-2021 e delegadxs do 9º Fórum dos Pontos de Cultura RS

O 9ª Fórum dos Pontos de Cultura do Rio Grande do Sul,  teve sua plenária final às 17h30min para a eleição da Comissão RS dos Pontos de Cultura que terá mandato por dois anos, biênio 2020-2021.

A Comissão RS eleita fica com a composição de seis titulares e seis suplentes:

Ficou definido que o próximo Fórum Estadual, que elegerá tanto a Comissão dos Pontos de Cultura e também indicar a renovação dos integrantes da Rede dos Pontos de Cultura RS no Comitê Gestor Cultura Viva, será realizado na cidade de Ijuí no mês de novembro de 2021.

No 9º Fórum estiveram presentes 50 agentes culturais  de 31 Pontos de Cultura de 15 municípios, sendo três da Região Metropolitana e doze do interior. Durante o turno da manhã participou do encontro a Secretária de Estado da Cultura, Sra. Beatriz Araújo e também estiveram presentes durante o dia de atividades outros integrantes da SEDAC, Rafael Balle Diretor de Fomento e Maria Marques, assessora de Culturas Populares, Tradição e Folclore, bem como o fórum contou com a participação dos Conselheiros Estaduais de Cultura Plínio Mósca e Moreno Barrios.

Os Pontos de Cultura presentes foram:

AIPAN de Ijuí

Trocando Ideia de Porto Alegre

Paralelo 33 Transformundo de Pelotas

Corpo, Arte e Expressão de Porto Alegre

Terreira da Tribo de Porto Alegre

Africanamente Espaço Escola de Porto Alegre

Biguá de Guaíba

Cultura Social 24 de agosto de Jaguarão

Varanda Cultural de Porto Alegre

Quilombo do Sopapo de Porto Alegre

Espelho da Comunidade de Santa Maria

Flor de Areia de Cidreira

Projeto TAIFA de Santiago

Limite! É coisa que não existe! de Nonoai

Território Ilhota de Porto Alegre

De A a Z de Porto Alegre

Africanidade de Porto Alegre

Ferrinho de Porto Alegre

Ilê Axé Cultural de Guaíba

Pachamama de Pelotas

Clube do Pandeiro de Porto Alegre

STR Mostardas de Mostardas

Omorodê de Triunfo

Ventre Livre de Porto Alegre

Harmonia em Cena de Harmonia

Outro Sul de Pelotas

Pampa Sem Fronteiras de Bagé

Nossas Culturas Vivas em Todas Gerações de Guarani das Missões

Raízes da Vida de Caxias do Sul

Cultura para Todos de Ijuí

Solar do IAB de Porto Alegre

A programação do fórum teve início às 09horas e foi finalizado ás 18h30min. Uma das resoluções do fórum foi a de elaborar um projeto para ser inscrito no edital FAC Movimento pela Comissão RS dos Pontos de Cultura para estabelecer processos de encontro e de mostras entre a Comissão RS dos Pontos de Cultura e a Rede dos Pontos de Cultura para o ano de 2020-2021.

Texto: Leandro Anton/Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo

Foto: Geziel de Souza/Ponto de Cultura – Cultura Para Todos

Carta de São Jorge – Comissão Nacional dos Pontos de Cultura

Carta de São Jorge – Comissão Nacional dos Pontos de Cultura

comissão nacional são jorge

Rede Estadual dos Pontos de Cultura, a Comissão Nacional dos Pontos de Cultura chama para dia 20 de agosto toda a rede dos Pontos de Cultura Nacional a manifestar sua diversidade na luta pela democracia e para isto emitiu uma carta que segue abaixo. Imprimam a carta e a tornem visível nos nossos espaços de trabalho e nas redes virtuais! Por uma cultura viva!!!! Para baixar e imprimir a carta clique a seguir Carta de São Jorge – CNPdC

Carta de São Jorge

O Brasil, que pulsa diversidade, está atento à onda conservadora que assola o País e promove uma crise civilizatória. Setores reacionários atacam nossa juventude por meio da redução da maioridade penal e o genocídio da juventude negra, agridem povos de terreiro, mulheres e a comunidade LGBTT com o crescente fundamentalismo religioso. Indígenas, quilombolas e povos tradicionais sofrem uma ofensiva do grande capital contra seus territórios.
Fica claro para nós que as conquistas sociais e econômicas dos últimos anos não são suportadas pelas elites do nosso País, que se unificam no Congresso Nacional, alimentados pela grande mídia, em uma ofensiva não somente contra a presidenta eleita, mas à democracia, afrontando os princípios constitucionais brasileiros.
Não aceitamos o imobilismo do governo, que opta por não enfrentar o debate político e recua em pautas estruturantes e urgentes para a nação. Repudiamos a política de ajuste fiscal que ataca direitos do povo brasileiro e interrompe um ciclo de redução das desigualdades sociais vividos na última década.
Entendemos que a cultura deve estar na centralidade do modelo de desenvolvimento do país. E um governo que tem como lema Pátria Educadora deve reconhecer as sabedorias, os conhecimentos e os ensinamentos próprios de seu povo. Deve reconhecer, também, que quem faz cultura, quem produz cultura não são gestores em gabinetes, mas o povo no seu viver, conviver, sobreviver, existir e resistir.
A Política Nacional de Cultura Viva (Lei 13.018) é a afirmação de que, sem diversidade com base nos direitos humanos, não há cidadania. Ela é essencial para combater o avanço conservador em marcha e construir uma sociedade emancipada. Chamamos a responsabilidade dos governos Federal, estaduais e municipais a assumirem seu compromisso com a política e o cumprimento das metas do Plano Nacional de Cultura.
Mais do que resistir, convocamos o movimento cultural brasileiro a assumir protagonismo na luta, organizando a sociedade nas redes e nas ruas por mais democracia e mais direitos, unificando esforços de mobilização no ato do dia 20 de agosto.

Comissão Nacional dos Pontos de Cultura,
reunida entre os dias 28 de julho a 01 de agosto.
Vila de São Jorge, Alto Paraíso de Goiás, Chapada dos Veadeiros – GO

 

 

Seminário Lei Cultura Viva RS dia 17 de agosto em Ronda Alta – INSCRIÇÕES!

Seminário Lei Cultura Viva RS dia 17 de agosto em Ronda Alta – INSCRIÇÕES!

webbanner (4)

Estamos realizando o segundo Seminário Lei Cultura Viva RS, este na Região Norte da nossa Rede Estadual. Os Seminários estão sendo realizados pela Comissão RS dos Pontos de Cultura para dar início a implementação da Lei Cultura Viva RS, lei 14.663 de 2014.

Para se inscrever basta acessar o link que segue https://docs.google.com/forms/d/10MSpTRxLxBXXhmw1utqPc_y4-UZNQsEAgyd8QROYxE4/viewform

Programação Seminário Lei Cultura Viva RS Região Norte: 

08:30 – Credenciamento 

09:00 – Mesa de Abertura 

09:45 – Apresentação da Política Estadual de Cultura Viva – Lei Nº 14.663, de 30/12/2014 

11:30 – Apresentação audiovisual “Eg Rá – Nossas Marcas”. Produção Ponto de Cultura Kanhgág Jãre 

12:00 – Intervalo para almoço 

14:00 – Apresentação Cultural – Ponto de Cultura Kanhgág Jãre

14:10 – Grupos de Trabalho: Cadastramento, Comitê Gestor, Objeto de Financiamento 

16:00 – Oficina Edital Pontos de Cultura Indígena do Ministério da Cultura 

17:30 – Encerramento

Data: 17 de agosto 2015 

Horário: 09 às 12h e das 14 17h30min

Local: Ponto de Cultura Kanhgág Jãre, Terra Indígena Serrinha, Ronda Alta/RS

Obs.: a refeição será no local ao valor de R$10,00 .

Nosso primeiro seminário foi em Santa Maria durante a Feira Latino Americana da Economia Solidária no dia 11 de julho, com a participação de 50 pessoas e a presença desta Representação, da SCDC/MINC, da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa, da Secretária Municipal de Cultura de Santa Maria pelo CODIC/FAMURS e do Conselho Municipal de Cultura e mais de 40 [email protected] de cultura, fazedores e produtores culturais da região Centro.

O Seminário em Santa Maria teve como articulador local a TV OVO que está na representação Região Centro da Comissão RS dos Pontos de Cultura. Para este segundo seminário teremos a articulação local feita pela Representação Região Norte que é do ponto de cultura Kanhgág Jãre.

Os Seminários irão sempre ter como convidados os Pontos de Cultura e todos fazedores de cultura interessados na Cultura Viva, mais a Secretaria Estadual de Cultura, a Representação Regional Sul do MINC, a Comissão de educação, cultura, desporto, ciência e tecnologia da Assembleia Legislativa e o CODIC FAMURS, que com as indicações da Comissão RS dos Pontos de Cultura comporão o Comitê Gestor. A realização dos Seminários é da Comissão RS dos Pontos de Cultura.

Para acessar os textos que subsidiarão nossos debates nos grupos de trabalho que serão formadas durante o encontro, GT cadastro de Pontos de Cultura, GT Comitê Gestor e GT objeto de financiamento da Lei Estadual, basta clicar os links que seguem Programação (4) , Região Norte chamada seminario lei cultura viva rs , LEI 14.663 , 1_Lei nº 13.018-Institui da Política Nacional de Cultura Viva e IN cultura viva publicada .

Por fim, a Comissão RS ainda fará seminários Lei Cultura Viva RS nas Regiões Serra, cidade de Caxias do Sul dia 23 de agosto, Fronteira dia 29 de agosto em Bagé e Região Sul na cidade de Rio Grande ainda sem data. O fechamento deste ciclo será na primeira semana de setembro para a Região Metropolitana em Porto Alegre, momento em que a Comissão RS entregará o seis nomes titulares e os seis nomes suplentes que representarão a Rede RS dos Pontos de Cultura no Comitê Gestor da Política Estadual Cultura Viva, conforme previsto na lei 14.663. 

Com este ato caberá ao Secretário de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul nomear em diário oficial do estado o primeiro Comitê Gestor do Cultura Viva no Brasil!

Boa leitura!

Comissão RS Pontos de Cultura