Ilê Axé Cultural Assobecaty

Ilê Axé Cultural Assobecaty

E_mail: assobecaty@hotmail.com ou carmenpsico8@gmail.com
Fone: (51) 30556655 e (51) 81810404

Endereço: Rua Wenceslau Fontoura n. 226
Jardim Santa Rita Guaíba, RS

Palavras-chave: Ponto de Cultura de Matriz Africana, Pontão de Cultura, Resgate Histórico, Exposição Ilê Ifé

Você sabia que o 1º PONTO DE CULTURA DE MATRIZ AFRICANA, NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, está localizado na cidade de Guaíba ? A casa tradicional, Associação Beneficente Cultural Africana Templo de Yemanjá – ASSOBECATY fundada por Mãe Quina de Yemanjá, em 1943. Hoje é uma referência cultural de Matriz Africana do estado do Rio Grande do Sul. Um ponto de cultura que enfatiza a música, teatro, dança, cinema, fotografia, literatura, exposições. vídeo, arte, inclusão digital, e culinária.

Outro Sul

Outro Sul

E-mail: estudiolivredunas@gmail.com

Palavras-chave: Periferia, Dunas, Arte, Estúdio, CDD, Calçada, Basquete, Skate

O Projeto tem como objetivo principal a Formação e Capacitação, a Produção, a Circulação, e a Sustentabilidade para o Ponto de Cultura OUTRO SUL / Comunidade do Loteamento Dunas e Vila Castilho / Mundo, a partir do acesso e criação de conteúdos de Áudio Visual inseridos nas tecnologias da informação e comunicação digital, nos campos artísticos do Designer Gráfico, da Música, da Dança, do Teatro, da Literatura e do Folclore, criando espaços e ações para o exercício da autonomia e autogestão dos envolvid@s, atuando com lideranças comunitárias, agentes culturais e integrantes de grupos e movimentos sociais, criando espaços e ações numa perspectiva de que seja possível desenvolver relações culturais solidárias e organizadas em rede de diversidade sócio – cultural “Outro Sul”, potencializando em especial a Companhia de Dança Daniel Amaro, Centro Cultural e Educacional ODARA, Estúdio CDD Dunas RAP e Unidade de Formação e Capacitação Humana e Profissional – ONG AMIZ.

Alvo Cultural

Alvo Cultural

Fone: 51-997273356

Av. Baltazar de Oliveira Garcia, 2132
Área 8 (Centro Vida)

Palavras-chave: Webradio

O Ponto de Cultura Alvo Cultural existe há 16 anos, surgiu no bairro Rubem Berta um dos mais violentos de Porto Alegre por iniciativa de jovens da cultura hip hop, tem feito centenas de ações por ano que oportunizam aos jovens e a toda comunidade formação e qualificação na área da cultura. Em nosso espaço são realizados cursos de instrumentos musicais, DJ, Graffiti, dança, vídeo, produção de web rádio e comunicação comunitária, gestão cultural, liderança, serigrafia, produção de moda dentre outras atividades. Possuímos estúdio e uma biblioteca comunitária e realizamos eventos musicais, gastronômicos e artísticos na cidade e outros locais do estado.

De A a Z

De A a Z

E-mail: ong.suve@yahoo.com.br

Rua Millo Raffin, 71
Bairro Mário Quintana – Porto Alegre/RS

Palavras-chave: Diversidade Cultural Hip Hop, Informática, Xadrez, Capoeira, Percussão, Fotografia, Mídias Alternativas.

O Ponto de Cultura de A a Z – SUVE é um espaço cultural da sociedade civil que envolvem a comunidade em atividades de arte, cultura e educação, estimulando a criatividade e propiciando o exercício da cidadania pelo reconhecimento da importância da cultura produzida em cada localidade, em nosso caso a comunidade do Bairro Mario Quintana, zona Norte de Porto Alegre. O Ponto de Cultura de A a Z, trabalha com 12 modalidades de oficinas culturais (Hip Hop, Dança, Teatro, Informática, Xadrez, Capoeira, Artesanato, Música, Percussão, Literatura, Fotografia e Mídias Alternativas) abertas ao público em geral, crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos com ou sem deficiência, totalmente sem custos, proporcionando, aos freqüentadores, diversas oportunidades, bem como de estar em um ambiente aberto, horizontal e plural que abrange toda e qualquer manifestação cultural, emponderando os participantes em suas vidas com arte,educação, tecnologia cultura e lazer.

Filhos de Aruanda

Filhos de Aruanda

E-mail: instituto.aruanda@gmail.com

Apelles Porto Alegre, 60
Rio Grande

Palavras-chave: Cultura viva, Cultura Popular, Cultura Comunitária, Cultura Negra, Fotografia, Cultura Tradicional de Terreiro, Meio Ambiente, Cultura Afro, Cinema, Terreiros, Umbanda.

Primeiro o coletivo se chamou de Núcleo Cultural Aruanda, no fim de 2015 o nome foi mudado para Instituto Cultural Filhos de Aruanda, pois o coletivo achou que o nome de instituto dava uma importância maior e mais abrangente para o que estavam realizando. Os objetivos de nossos projetos estão alinhados com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentáveis da agenda 2030 da ONU. Fundado em 18/05/2012 o Instituto Cultural Filhos de Aruanda -ICFA- desenvolve desde de então, um relevante serviço junto à comunidade rio-grandina o que o levou a ser certificado pelo Ministério da Cultura- MINC- como Ponto de Cultura com o nº 11873 em 19/10/2017, e também ser reconhecido como de utilidade pública pela câmara municipal de rio grande que aprovou por unanimidade através da lei nº 8231/2018 . A ênfase do ICFA é a cultura viva a educação, a solidariedade, o esporte , o meio ambiente e a defesa de direitos por que acreditamos que essas ações transformam vidas, levando crianças, jovens e adultos que vivenciam estas ações e projetos a se tornarem atores de suas histórias, formadores de opiniões e novas atitudes e que possam vir a atuar nas suas comunidades como multiplicadores que através da cultura, da educação e da solidariedade passam a fazer diferença em seus ambientes de vida. O Instituto atua também como uma instituição sem fins lucrativos organizada, para defender a cultura afrobrasileira, as culturas tradicionais, elaborando eventos e projetos sociais, culturais, educacionais, esportivos e assistenciais, tanto em parceria com o poder público, bem como com os nossos colaboradores, sempre como objetivo principal divulgar, promover, valorizar e defender essa diversidade cultural existente no brasil e no sul do país cujo a cultura afro-brasileira ajudou a desenvolver, e até hoje seus traços estão mais que inseridos no nosso dia-a-dia. Dentro do Instituto os associados e voluntários podem atuar em núcleos onde se sentirem mais à vontade, a divisão acontece para melhor atuação das pessoas em áreas onde elas têm experiência e podem melhor ajudar. Núcleo Cultural realiza e planeja ações e projetos culturais para crianças, adolescentes, adultos e idosos, em conjunto com os outros núcleos fazendo a transversalidade de assuntos diversos com toda a pluralidade da sociedade. Núcleo Saúde e Meio Ambiente, onde se planeja os projetos e ações desses temas; Núcleo Social ações, doações, campanhas de arrecadação toda forma de caridade e solidariedade são realizadas e pensadas aqui; Núcleo Esportivo e Educacional, para criação de ações de educação e projetos voltados ao esporte, onde a comunidade principalmente a infantil e jovem participam mais; Núcleo Tradicional e Religioso responsável por pensar todas as ações eventos e projetos voltados para os terreiros como um todo; Núcleo Rede instituto, geração de renda empregabilidade, economia criativa cooperativismo são as ações e projetos desse núcleo; Núcleo de Interação e Mídia responsável por toda a comunicação e redes sociais do Instituto, neste se desenvolve projetos com jovens e adultos sobre informática e redes sociais; Núcleo de Defesa de direitos, onde o Instituto ajuda terreiros, ONG’S, OSC e instituições a conseguirem seus documentos para se tornarem pessoas jurídicas legalmente constituídas.